Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

Sala para tratar de temas técnicos de gravação, equipamentos de som, softwares de gravação e afins
Mensagem
Autor
Avatar do usuário
Moisés de Paula
Mensagens: 19
Registrado em: 07 Mai 2008 13:23
Localização: São José dos Campos - SP
Contato:

Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#1 Mensagem por Moisés de Paula » 30 Dez 2008 13:37

Olá Senhores(as), tudo bem?

O que pensam a respeito dos processadores de efeitos(reverbs, delays...)?


Moisés de Paula é artista Weril e colaborador da revista Sax & Metais

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#2 Mensagem por Peres » 03 Jan 2009 09:12

Moisés

Sou a favor do uso desses equipamentos e acho excelente para buscar novos estilos e sair do convencional. Claro que ao meu ver, acaba exigindo um trabalho a parte como se fossem outros instrumentos pois não é só liga-los e sair tocando. Por exemplo os DElays Digitais oferecem inumeras possibilidades e se combinarmos com outros como os Oitavadores pode-se aumentar a gama de sons. Algumas combinações funcionam bem e outra não. Geralmente funcionam muito bem com flautas ou trumpetes. Acho que vale a pesquisa. Eu por ex. to louco para experimentar um Wha Wha no soprano.
para lermbrar, o trumpetista Marcio Montarroyos usava muitos desses efeitos, sem contar Michael Brecker que partiu pros saxofones eletronicos e tirava aqueles sons maravilhosos no EWI !!!
Otimo assunto para discutir, valeu e um grande abraço.



Avatar do usuário
Moisés de Paula
Mensagens: 19
Registrado em: 07 Mai 2008 13:23
Localização: São José dos Campos - SP
Contato:

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#3 Mensagem por Moisés de Paula » 03 Jan 2009 13:02

Mandou muito meu caro Peres, grato pelo carinho em responder e abrir a discussão! Também gosto muito de usar efeitos e pesquizar! Em alguns momentos não há nada melhor do que o "som da lata" dos instrumentos, mas também sou a favor da pesquisa e do uso da tecnologia em prol de novos caminhos, sonoridades e possibilidades...


Moisés de Paula é artista Weril e colaborador da revista Sax & Metais

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#4 Mensagem por Peres » 03 Jan 2009 19:33

Moises da uma olhada no site dessa trumpetista.Observe o que ela carrega na cintura...!!!!
Ela veio recentemente ao Brasil e participou de um programa da Cultura que por sinal vi na TV.
Na verdade ela faz um acid Jazz baseado no trabalho do Miles Davis, um dos ultimos cds chamado Doo-Bop, onde ele utiliza muito efeitos, principalmente o Delay Digital.
Outro cara que é um dos meus Ídolos é o Courtney Pine que trabalha muito a modificação do timbre dos saxes mas em estudio e ainda mescla os sons baseados na linguagem de John Coltrane.Uma verdadeira viagem!!! (reverencia)

http://www.saskialaroo.nl/wb/pages/foto ... hp?lang=NL



Avatar do usuário
xrafasax
Mensagens: 366
Registrado em: 14 Ago 2007 00:41
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#5 Mensagem por xrafasax » 03 Jan 2009 20:21

Boa noite a todos!
Eu sou a favor de processadores de efeitos sim, eles dão uma riqueza ainda maior ao instrumento e como o Percival já disse, se bem combinados os efeitos, podem produzir resultados interessantes.
Uso o nanoverb no meu soprano e o som que obtenho é muito agradável de se ver, é claro que nem a todo momento se pode usar efeitos mas em sua grande maioria cai muito bem.
Nesse ponto de tecnologia musical, uso samples aqui no meu PC já que não disponho de uma orquestra a meu favor, o jeito foi usar um sampler que por sinal me atende muito bem, na verdade tenho praticamente de tudo aqui e é perfeito para quem gosta de criar seus próprios arranjos de forma solo.


Somos resultado de nossas ações
Sax Alto Jupiter Jas 769/767 Boquilha ARB 6* / Selmer C*
Sax Soprano Pearl River Boquilha Barkley SS
Mesa Behringer Xenyx 802
Nanoverb Alesis
Mic AKG C519ML

Avatar do usuário
Moisés de Paula
Mensagens: 19
Registrado em: 07 Mai 2008 13:23
Localização: São José dos Campos - SP
Contato:

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#6 Mensagem por Moisés de Paula » 04 Jan 2009 02:48

Peres escreveu:Moises da uma olhada no site dessa trumpetista.Observe o que ela carrega na cintura...!!!!
Ela veio recentemente ao Brasil e participou de um programa da Cultura que por sinal vi na TV.
Na verdade ela faz um acid Jazz baseado no trabalho do Miles Davis, um dos ultimos cds chamado Doo-Bop, onde ele utiliza muito efeitos, principalmente o Delay Digital.
Outro cara que é um dos meus Ídolos é o Courtney Pine que trabalha muito a modificação do timbre dos saxes mas em estudio e ainda mescla os sons baseados na linguagem de John Coltrane.Uma verdadeira viagem!!! (reverencia)

http://www.saskialaroo.nl/wb/pages/foto ... hp?lang=NL
Rapaz, conheço esta mulher! Aliás, foi por conta de assistir uma apresentação dela no Programa do Jô, que comecei a me interessar por efeitos e tals...Ela usa literalmente o cinturão de utilidades do Batman!!!ahuahuahuahuahuaaaaa...


Moisés de Paula é artista Weril e colaborador da revista Sax & Metais

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#7 Mensagem por Peres » 04 Jan 2009 10:51

é mesmo Moises, grandes possibilidades, novos horizontes!!!
Ela é a "Mulher Gato do Sax", heheheheh

xrafasax

Como funcionam esses samples no PC?, fiquei curioso!



Avatar do usuário
xrafasax
Mensagens: 366
Registrado em: 14 Ago 2007 00:41
Localização: Belo Horizonte/Minas Gerais

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#8 Mensagem por xrafasax » 05 Jan 2009 09:06

Peres, samples no PC funcionam da seguinte forma:

1° Estes samples são amostras REAIS de instrumentos gravados e masterizados que são embutidos em um software específico que, quando acionados através de um controlador midi (teclado com entrada MIDI ou até mesmo USB) reproduzem o som do instrumento que havia sido gravado anteriormente.
2° Antigamente quanda esta tecnologia ainda estava sendo engatinhando, os samples eram bem simples e haviam muitas coisas a serem corrigidas e aprimoradas, porém, nos dias de hoje eles são tão bem contruidos que nos casos dos instrumentos de cordas, baterias, pianos dentre outros , é praticamente IMPOSSÍVEL distinguir o original do virtual, a tecnologia foi tão aprimorada que até as expressões dos instrumentos foram fixadas nos samplers, a isso chamamos de LAYERS, ou seja, cada instrumento pode dar um timbre diferente de acordo com o atack que damos a ele como por exemplo as arcadas dos violinos, a ressonância das vibrações das cordas do piano dentre outros detalhes.

Aqui em casa, eu tenho praticamente de tudo, inclusive alguns de metais mesmo mas o meu preferido são os de orquestra e sintetizadores.
Para se ter idéia da qualidade deixo alguns links abaixo para se terem uma pequena amostra do que esses maravilhosos samples podem fazer.

http://www.soundsonline.com/product.php ... tid=EW-177 (clique em DEMOS para ouvir algumas músicas)
http://www.soundsonline.com/Chris-Hein- ... -419a.html (este é um sampler de metal, simplesmente show)
http://www.soundsonline.com/product.php ... tid=EW-171 (pianos)
http://www.soundsonline.com/Ethno-World ... S-408.html (instrumentos Ethnos)
http://media.soundsonline.com/ip/mp3/214802.mp3 (amostra do EWQL Symphonic Orchestra Silver Edition - uma das minha preferidas)

Existem outros fabricantes que produzem outros fabulosos VST (Virtual Studio Tecnology - é como chamamos esses programas). Uma das formas mais utilizadas desses VST são para sampleamento MIDI, ou seja, grava-se os midis e depois substitui-se os sons midi da placa por esses instrumentos VST, a qualidade é incontestável, pode-se também usá-los AO VIVO dispensando assim que você tenha que carregar muitos equipamentos, bastando apenas um bom notebook + VST + uma placa de Audio boa (normamente recomendo uma que seja externa USB e que seja da M-Audio para apresentações ao vivo) para se trabalhar em casa uma M-Audio Audiophille 2496 é excelente custo benefício mas também precisa de um bom PC, recomendo Core 2 DUO 2.0Ghz ou melhor acima de 2GB de Ram e HD com bastante espaço (250GB dá para muita coisa) e algum teclado ou sintetizador que possua entrada MIDI ou USB, aqui já experimente com um SP88 e é muito bom. Esses VST abrangem praticamente TODAS as classes de instrumentos, desde baterias até um raro instrumento ethno como aquela gaita de foles.

Meus VST preferidos são: EWQL Symphonic Orchestra Gold/Silver, EWQL Colossus, EWQL StormDrum, NI Kontakt 3, Steinberg The Grand 2, Sonik Synth 2, EZ DRUMMER.

Alguns sites de referência:

http://www.soundsonline.com/
http://www.native-instruments.com/
http://www.steinberg.net/en/home.html
http://www.bestservice.de/
http://ikmultimedia.com/

O tamanho de cada um deles também variam, por exemplo o EWQL COLOSSUS que ocupa 38GB's de espaço no HD e vem em 8 DVD´s (demorei dias para tê-lo aqui em casa) MAs para quem gosta de criar suas músicas e está cansado de ter que ficar indo para estudio com vários músicos é uma ótima opção.
Qualquer coisa é só perguntar.


Somos resultado de nossas ações
Sax Alto Jupiter Jas 769/767 Boquilha ARB 6* / Selmer C*
Sax Soprano Pearl River Boquilha Barkley SS
Mesa Behringer Xenyx 802
Nanoverb Alesis
Mic AKG C519ML

Avatar do usuário
Henrimark
Mensagens: 280
Registrado em: 23 Jun 2008 13:15
Localização: Curitiba

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#9 Mensagem por Henrimark » 06 Jan 2009 12:50

Aproveitando o tópico, pergunto aos que conhecem: qual a diferença básica entre os processadores de efeito NANOVERB e PICOVERB, considerando que fazem a mesma coisa ?

valeu


Toco Violão
Toco Sax alto
Toco Sax soprano

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#10 Mensagem por Peres » 08 Jan 2009 18:46

xrafasax

Demorei para responder pois fiquei espantado com a quantidade de informações que há no seu post!!! Esses programas são dificeis de achar??São caros?. Nossa as amostras são perfeitas!!!Ainda to "pesquisando" seu post. Valeu mesmo. Grande abraço.



Avatar do usuário
heliocaetano
Mensagens: 193
Registrado em: 30 Mai 2008 16:21
Localização: Ouro Preto do Oeste-RO

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#11 Mensagem por heliocaetano » 09 Jan 2009 21:41



------o------

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#12 Mensagem por Peres » 10 Jan 2009 08:34

Muito bom o som e os caras ainda mandam bem no Barroco!!! otimo helio, valeu.




Avatar do usuário
heliocaetano
Mensagens: 193
Registrado em: 30 Mai 2008 16:21
Localização: Ouro Preto do Oeste-RO

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#14 Mensagem por heliocaetano » 10 Jan 2009 10:45

Legal

Aos 5:20 parece que ele faz soar 2 notas ao mesmo tempo.

Como se chama mesmo esse efeito?


------o------

Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#15 Mensagem por Peres » 10 Jan 2009 12:09

talvez os famosos Multiphonics!!



Edu Amaral

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#16 Mensagem por Edu Amaral » 04 Fev 2009 20:21

Eu semrpe experimentei coisa na area de efeitos para saxofone. AJ tive varios, nanoverb qeu foi o primeiroe mais basico, depsoi tive um digiteck, recentemente um MIdiverbe 4 qeu estou vendendo e o ultimo qeu comprei um vocalist4 live com processadores de efeitos e vozes.
Uso o hj para tudo.. seja para usar somente os efeitos ou par amistura los com abertura de vozes .. irei gravar algo para fazer uam demonstração do equipamento.

Achoqeu toda experiencia é valida em termos de Processadores de efeitos.



Avatar do usuário
Peres
Mensagens: 301
Registrado em: 15 Nov 2006 13:34

Re: Processadores de Efeitos, usar ou não usar?

#17 Mensagem por Peres » 04 Fev 2009 20:51

Beleza Edu, ficamos no aguardo!!



Responder Exibir tópico anteriorExibir próximo tópico

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 3 visitantes