FLAUTA TRANSVERSA - Parte III

Mensagem
Autor
Avatar do usuário
CARLINHOS DA FLAUTA
Mensagens: 279
Registrado em: 11 Nov 2008 16:46
Localização: RIO DE JANEIRO

FLAUTA TRANSVERSA - Parte III

#1 Mensagem por CARLINHOS DA FLAUTA » 22 Nov 2008 13:20

- continuação -

Outro fator importante a ser observado e que influencia diretamente na qualidade e emissão sonora é a posição adotada no porta-lábio: pode ser ALTA ou BAIXA.

> POSIÇÃO ALTA: o lábio inferior cobre a maior parte da porção do orifício do porta-lábio. Embora haja facilidade na emissão dos agudos e superagudos, o resultado não é agradável nas regiões graves e médias: os graves saem abafados, estrangulados, além do que o som sai metálico;

> POSIÇÃO BAIXA: o lábio inferior cobre uma porção menor do orifício do porta-lábio. Os graves saem encorpados e a emissão dos agudos e superagudos não é comprometida. o que possibilita a emissão de sons mais aveludados, macios, não metálicos.

Como vimos, a direção do jato de ar empregada na borda do porta-lábio, de acordo com sua posição e direção, possibilita emissões sonoras bem pronunciadas, bem encorpadas. Existe um ponto de atrito entre o ar e a borda do porta-lábio, criando, assim, uma resistência. Como já foi dito, uma borda que oferece muita resistência, dificultará a emissão dos agudos e superagudos, além de exigir muito mais do executante. Já numa borda afiada, a emissão do som é facilitada, tanto dos agudos e superagudos. O que deve ser observado numa borda afiada é que ela deixa suscetível a aparição dos RUÍDOS DE FUNDO, resultante do excesso de ar empregado na emissão sonora ou de um direcionamento incorreto deste jato. Nada que não possa ser resolvido com estudos e treinos constantes.

RESUMO DA CABEÇA:

Vimos que a cabeça é responsável pela maior parte do som na flauta. A cabeça pode ser feita em metais nobres como o ouro, a prata e a platina, além das ligas metálicas menos nobres e de madeira e materiais sintéticos. Cabeças ou bocais podem ser confeccionados avulsamente, afim de proporcionarem diversidades de timbres ou coloridos sonoros. A cabeça possui uma peça interna chamada de ÊMBOLO, que por sua vez é formada de uma COROA (tampa), HASTE ROSQUEÁVEL, ARRUELA, ROLHA (cortiça ou sintética) e RESSONADOR. Este êmbolo é responsável por vedar a cabeça da flauta e por determinar a afinação da flauta, que é medida introduzindo-se a VARETA DE LIMPEZA/AFINAÇÃO no interior da cabeça e cuja marcação nesta vareta deve estar no centro da circunferência do orifício do PORTA-LÁBIO.
Outra parte importante da cabeça é o PORTA-LÁBIO, de forma saliente e onde repousa o lábio inferior. Este porta-lábio possui um orifício cuja "parede" é chamada RISER, que ao encontrar-se com a parte externa do porta-lábio forma uma BORDA, que pode ser afiada ou não. O riser pode ser confeccionado em metais nobres ou da mesma liga metálica do restante da flauta. Uma BORDA NÃO AFIADA confere agudos e superagudos difíceis de serem emitidos, porém, os graves saem bem encorpados, devido à RESISTÊNCIA que oferece ao ar. Nas BORDAS AFIADAS os agudos e superagudos saem com muito mais facilidade e os graves não são comprometidos, devido à RESISTÊNCIA ao ar ser bem menor, o que também facilita o surgimento dos RUÍDOS. A posição do lábio inferior no porta-lábio influencia em aspectos importantes: na POSIÇÃO ALTA os agudos são fáceis de emitir mas os graves, não, com som bem metálico, sem suavização; já na POSIÇÃO BAIXA os graves são bem pronunciados e os agudos e superagudos saem sem problemas, tendo o som uma característica aveludada, macia e suave.
O ÂNGULO em que é direcionado o jato de ar determina qual região (grave, média, aguda, superaguda) será emitida. Ao emitir-se os GRAVES deve-se ter em mente que este jato deve ser direcionado o mais para baixo possível; os MÉDIOS, mais para a frente; os AGUDOS, mais para frente, quase que num ângulo de 90°; os SUPERAGUDOS, quase que horizontalmente.
Percebemos que a flauta deve ser girada para dentro ou para fora do queixo: para DENTRO quando as regiões trabalhadas são as GRAVES e MÉDIAS; para FORA quando as regiões trabalhadas são as AGUDAS e SUPERAGUDAS. Isso quer dizer que a flauta não é um instrumento que deva ser tocado de forma estática, mas sempre variando de acordo com as regiões executadas.
A respiração é outro fator que deve ser analisado. Golpes de língua (ATAQUES) são usados freqüentemente. As ARTICULAÇÕES são imprescindíveis nos estudos e execuções musicais. As DINÂMICAS devem ser estudadas a fio. Estabilidade do som, suavização dos ataques, minimização dos ruídos (ou a sua extinção) devem ser trabalhadas incansavelmente. Estudos contendo saltos diversos são excelentes para uma exceução perfeita, além dos estudos diários das ESCALAS, tanto MAIORES quanto MENORES. Cuidados com os lábios devem ser tomados pois o clima frio é considerado um inimigo do flautista, dada a dificuldade no aquecimento dos lábios e na lentidão das diversas digitações no mecanismo. Ao soprar-se na cabeça, uma parte do ar é direcionada ao seu interior, formando uma espécie de rodamoinhos. Outra parte do ar se perde. Ocorre um fenômeno físico em que há aumento e declínio da pressão no interior do tubo da flauta, gerando, assim, o som.
Notemos também que ao tensionarmos mais os lábios e aumentarmos a intensidade do jato de ar, alteraremos a afinação, aumentando-a e atingindo outros sons, os chamados HARMÔNICOS. Ao emitir-se um som, forçamos sua afinação atér alterar-se o som: alcançaremos a SEGUNDA PARCIAL, que é uma oitava acima da FUNDAMENTAL (PRIMEIRA PARCIAL). Ao forçarmos um pouco mais, alcançaremos a TERCEIRA PARCIAL, que é uma uma QUINTA ACIMA da fundamental, e assim por diante, até um limite determinado pelo múscico e pela qualidade da flauta. Os SONS HARMÔNICOS são muito utilizados na música moderna, assim como os MICROTONS (música microtonal), da qual falaremos mais adiante.

- continua -
Você não está autorizado a ver ou baixar esse anexo.


"Como entender a flauta ? Simples ! Primeiro apenas ouça-a; em seguida, ouça com o coração."

CARLINHOS DA FLAUTA

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes